COMO A ATUAL SITUAÇÃO POLÍTICA INFLUENCIA NO MERCADO FINANCEIRO EMPRESARIAL

negocios October 5, 2016 0
COMO A ATUAL SITUAÇÃO POLÍTICA INFLUENCIA NO MERCADO FINANCEIRO EMPRESARIAL

Engana-se quem pensa que as atuais manifestações pela renúncia ou impeachment da atual presidente do país tem ligação apenas com uma ‘guerra pessoal’ entre os partidos políticos. Esse fato, embora muitos manifestantes nem saibam, influencia diretamente no mercado financeiro interno e externo do Brasil.
53266Qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimento de finanças e economia, sabe que o sinal de deterioração do quadro econômico está por todos os lados. Além de ler as notícias nos jornais e revistas, podemos perceber o alto índice de desemprego e fechamento de grandes empresas.
Analisando os fatos, no momento em que foi anunciada a possível posse do ex-presidente Lula à Casa Civil Brasileira, o Ibovespa chegou a despencar 1000 pontos em apenas quinze minutos. Por outro lado, em dezembro de 2015, quando anunciou-se a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rouseff, o real se fortaleceu em relação ao dólar e a Bolsa subiu no dia seguinte ao anúncio.
A verdade é que, o fator principal que alimenta o péssimo cenário financeiro é a completa falta de credibilidade do governo e sua equipe econômica. Afinal, ninguém vai colocar dinheiro na mão de um governo que não sabe como aplicá-lo em prol do desenvolvimento da nação.
Com essa baixa de investimentos, para manter os ‘gastos fixos’ do país, o governo aumenta o valor dos tributos, as empresas aumentam o valor na venda de seus produtos e serviços, e a população compra cada vez menos, dando preferência para os produtos/serviços essenciais para subsistência. Por esse motivo, tantas empresas do setor secundário e terciário, com atividades não tão essenciais, estão fechando as portas.
Mesmo as empresas que continuarão abertas, sofrerão com os efeitos deste cenário, principalmente aquelas que dependem de crédito abundante para manutenção de seus negócios. Por uma questão de coerência econômica, os bancos deverão reduzir suas linhas de crédito, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. Com essa instabilidade, o risco de inadimplência cresce, e o crédito é cada vez menos fornecido pelas instituições financeiras.
As empresas devem ser preparar para um cenário ainda pior, embora, há quem acredite que momentos de crise podem trazer boas oportunidades de negócios. Talvez seja o momento de retardar alguns investimentos que visam expansão dos negócios e investir em uma assessoria jurídica e empresarial para auxiliar na percepção, apontamento, controle e acompanhamento de riscos financeiros, com fins de minimizar os prejuízos e, consequentemente, aumentar ganhos da empresa por meio de ações preventivas desenvolvidas por quem entende realmente do assunto.

Escrito por Marcela Ciani, em 18/03/2016

Fonte:http://www.artibalefaria.com.br

Leave A Response »